Segunda-feira, 25 de Março de 2019
Esporte

Com rebaixamentos no currículo, Andrigo deseja superar no Vitória o passado negativo

Jogador contabiliza descensos em três clubes diferentes: Internacional, Atlético-GO e Sport. O contrato com o Vitória foi assinado até o fim de 2019

Publicada em 09/01/19 às 17:17h - 35 visualizações

por João Salvador* — Salvador


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Andrigo é apresentado como reforço do Vitória pelo diretor de futebol, Jorge Macedo  (Foto: João Salvador)
Parte da negociação que levou Neílton ao Internacional, o meia Andrigo foi apresentado oficialmente na tarde desta quarta-feira, na Toca do Leão. Com direitos federativos ligados ao clube gaúcho, ele chega ao Vitória por empréstimo até o fim de 2019. Na temporada passada, o atleta vestiu a camisa do Sport, que acabou rebaixado para a Série B. Mas, para além deste descenso, Andrigo contabiliza outros rebaixamentos: com o Internacional, em 2016, e Atlético-GO, em 2017.

Durante a apresentação, nesta tarde, no entanto, o tom foi de superação. Segundo o atleta, o fundamental nesse momento é deixar os maus resultados para trás e traçar rumos positivos com a camisa rubro-negra.

- Incomodar, [o histórico de rebaixamentos] incomoda qualquer jogador que passou por isso. Porque a gente joga para vencer, para ser campeão. E eu fui criado em uma escola que me ensinou isso. Mas o futebol tem disso. Eu sei que não jogo sozinho, que tenho meus companheiros. Infelizmente, aconteceu. Mas eu vim para cá porque estou muito motivado de dar a volta por cima, de ter acontecido com o Vitória e eu passar por isso e saber que é ruim. Eu sei que, como eu, o Vitória também não teria que estar na Série B. Então eu tenho certeza de que tem todas as condições de ser campeão, de conseguir títulos, ir para a Série A - afirmou.

Andrigo é polivalente. Meia de origem, o jogador atua também como atacante. No primeiro semestre de 2018, com a camisa do Ceará, ele marcou seis gols em 16 jogos. Pelo Vitória, entre os setores de meio-campo e ataque, o atleta encontra concorrência de oito jogadores: Nickson, Jhemerson, Yago; Maurício Cordeiro, Léo Ceará, Walter Bou, Erick e Luan.

- Eu gosto de jogar também centralizado, mas acho que acabo usando mais a minha característica quando jogo aberto pela esquerda, que eu consigo trazer a bola para dentro para finalizar. Joguei muito tempo também aberto na direita, joguei muito tempo também centralizado. Então não tenho um lugar predileto, porque consigo me adaptar. Já joguei até de centroavante, no ano passado.

E foi exatamente no Ceará, na temporada passada, que Andrigo trabalhou ao lado de Marcelo Chamusca. Para o jogador de 23 anos, a experiência ao lado do treinador facilita uma adaptação no Vitória; é o casamento ideal entre seu estilo de jogo e os métodos de trabalho do professor.

- A gente não teve uma conversa muito direta assim, porque foi pouco tempo. E eu cheguei um pouquinho depois, precisava treinar, retomar, por conta das férias. Então a gente acabou treinando mais do que conversando. O jeito dele me usar eu já sei muito bem, por conhecer o que ele quer que eu faça. Eu já tive muitas conversas com Chamusca antes, então eu sei o que ele quer que eu faça, o que eu posso fazer. Do ano ser muito importante, porque eu trato muito do presente. Eu não fico almejando coisas no futuro, pensando no passado. Eu trato muito do presente. Então é importante porque eu estou no Vitória, porque logo vou começar a jogar. Eu quero ir bem.

Andrigo faz parte do grupo dos cinco contratados pelo Vitória até então. Além dele, o Rubro-Negro conta com Thales, Ruy, Wesley e Leandro Vilela. O zagueiro Edcarlos já treina na Toca do Leão, realizou exames médicos, mas ainda não assinou contrato.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 (75) 9 8142-1565

Visitas: 21707
Usuários Online: 9
Copyright (c) 2019 - A Voz da Cidade - © 2018 A Voz da Cidade. Todos os direitos reservados.