Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2019
Esporte

Alojamento do Flamengo que pegou fogo não tem licença da Prefeitura:

Segundo comunicado oficial do governo, a área atingida pelo incêndio não consta no último projeto de licenciamento

Publicada em 08/02/19 às 22:34h - 18 visualizações

por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Agência Estado)
O alojamento que pegou fogo no Centro de Treinamento do Flamengo nesta manhã não tem licença municipal para funcionamento. Segundo comunicado oficial da Prefeitura do Rio de Janeiro, emitido às 14h31 desta sexta-feira, "no projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento".

"A área de alojamento atingida pelo incêndio, não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, em 05/04/18, como edificada".
Acompanhe os desdobramentos do caso em tempo real
Sobreviventes de incêndio no Ninho do Urubu relatam como se salvaram da tragédia
Ferj confirma que semifinais da Taça Guanabara serão disputadas no meio de semana
Vinicius Junior lamenta tragédia, Paquetá pede orações e clubes se solidarizam
Presidente do Flamengo se manifesta sobre incêndio: ''Maior tragédia em 123 anos''
Ainda de acordo com o comunicado, a atual licença do Ninho do Urubu é válida até 8 de março deste ano (estando, portanto, a um mês exato de expirar), mas a área em que houve o incêndio não consta no protocolo - e tampouco há registros de um novo pedido de licenciamento do local.

O incêndio vitimou 10 pessoas e deixou outras três feridas. Até o momento, sete nomes foram confirmados entre os mortos.

Confira a nota completa:

Sobre o processo de licenciamento do Centro de Treinamento Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, a Prefeitura vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

A atual licença do CT tem validade até 08/03/2019;
A área de alojamento atingida pelo incêndio, não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, em 05/04/18, como edificada.
No projeto protocolado, a área esta descrita como um estacionamento;
Não há registros de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios;
Por determinação da legislação em vigor, a coordenação de licenciamento informa que só há inspeção neste tipo de edificação em casos de denúncia;
A Prefeitura vai determinar a abertura de um processo de investigação para apurar as responsabilidades.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 (75) 9 8142-1565

Visitas: 16359
Usuários Online: 19
Copyright (c) 2019 - A Voz da Cidade - © 2018 A Voz da Cidade. Todos os direitos reservados.