Mundo

Irã respeita compromissos de acordo nuclear, segundo agência da ONU

Agência Internacional de Energia Atômica diz em relatório que, até no início de novembro, país não havia enriquecido urânio a níveis proibidos nem efetuado armazenamentos ilegais, cumprindo o estabelecido.

Publicada em 12/11/18 às 15:50h - 281 visualizações

por France Presse


Compartilhe
Compartilhar a notícia Irã respeita compromissos de acordo nuclear, segundo agência da ONU  Compartilhar a notícia Irã respeita compromissos de acordo nuclear, segundo agência da ONU  Compartilhar a notícia Irã respeita compromissos de acordo nuclear, segundo agência da ONU

Link da Notícia:

Irã respeita compromissos de acordo nuclear, segundo agência da ONU
Uma tocha de gás em uma plataforma de produção de petróleo nos campos de petróleo de Soroush é vista ao lado de uma bandeira iraniana no Golfo Pérsico, no Irã  (Foto: Raheb Homavandi/File Photo/Reuters)

O Irã continua respeitando os compromissos do acordo nuclear alcançado em 2015 com as grandes potências, afirmou a Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA, na sigla em inglês) em um relatório trimestral publicado nesta segunda-feira (12), uma semana depois da entrada em vigor de novas sanções americanas contra Teerã.

A agência da ONU confirma especialmente que, no início de novembro, o Irã não havia enriquecido urânio a níveis proibidos nem efetuado armazenamentos ilegais, conforme as disposições deste texto cujo objetivo é garantir que o país não esteja se equipando com a bomba atômica.

Este anúncio é feito depois que Washington restabeleceu, em 5 de novembro, as sanções que haviam sido suspensas após o acordo, do qual os Estados Unidos saíram de forma unilateral em maio.

Washington está realizando uma campanha de "pressão máxima" contra a República Islâmica para impor um acordo mais severo do que o negociado com a administração Obama.

A série de sanções restabelecida pelos Estados Unidos concerne, sobretudo, os setores petroleiro e financeiro, cruciais para este país que depende dos hidrocarbonetos.

Apesar da retirada dos Estados Unidos, os outros signatários do texto de 2015 (França, Reino Unido, Rússia, China e Alemanha) se comprometeram a fazer todo o possível para preservar o acordo e evitar que o Irã saia dele.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75) 9 8142-1565

Visitas: 240708
Usuários Online: 11
Copyright (c) 2022 - A Voz da Cidade - © 2018 A Voz da Cidade. Todos os direitos reservados.