Segunda-feira, 25 de Março de 2019
Mundo

Donald Trump diz que tem direito 'absoluto' de declarar emergência devido a fronteira

Presidente dos EUA diz que não declarou emergência no pronunciamento de terça-feira à noite porque espera chegar a um acordo com congressistas.

Publicada em 09/01/19 às 17:15h - 35 visualizações

por Reuters


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Donald Trump fala a jornalistas após se encontrar com senadores e vice-presidente, Mike Pence  (Foto: Jim Young/Reuters)
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quarta-feira (9) que tem o direito de declarar uma emergência nacional se não conseguir chegar a um acordo orçamentário com o Congresso que inclua financiamento para um muro na fronteira sul do país.

Trump pediu que parlamentares aprovem uma legislação com recursos para garantir a construção de um muro na fronteira dos Estados Unidos com o México, horas antes de se encontrar com líderes do Congresso na Casa Branca.

Em entrevista na sede do governo, Trump disse que pode precisar optar por uma “maneira diferente” para seguir em frente com seu muito prometido muro, à medida que a paralisação parcial do governo chega ao 19º dia, se republicanos e democratas não conseguirem trabalhar juntos para solucionar o impasse.

Agências de pesquisa dos EUA sofrem com paralisação do governo
Trump disse que não declarou uma emergência nacional durante discurso televisionado na noite de terça-feira porque acredita que um acordo com o Congresso é possível.

"Porque eu acredito que nós podemos chegar a um acordo e, se não conseguirmos, eu posso ir por esse caminho. Eu tenho o direito absoluto de declarar a emergência nacional se eu quiser", disse Trump.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 (75) 9 8142-1565

Visitas: 21705
Usuários Online: 7
Copyright (c) 2019 - A Voz da Cidade - © 2018 A Voz da Cidade. Todos os direitos reservados.